Sugestões para o BNCC

Sugestões para o BNCC

Base Nacional Comum Curricular já recebeu 10 milhões de sugestões

MEC - Revista Gestão Universitária - 04/02/2016 - Belo Horizonte, MG

A Universidade de Brasília (UnB) começou a fazer a sistematização dos dados de quase dez milhões de contribuições já encaminhadas por indivíduos e instituições ao texto preliminar da Base Nacional Comum Curricular (BNC). O sistema está aberto para sugestões até 15 de março.

O processo coordenado pela UnB está dividido em duas frentes, de mapeamento e de análise das contribuições. A primeira trata da quantificação dos dados e concentra-se, principalmente, nas intervenções feitas nos 1,7 mil objetivos de aprendizagem, que são a espinha dorsal do documento e que visam a aprimorar a educação básica brasileira.

“As participações, até o momento, são reflexo das campanhas que as redes de educação têm mobilizado em seus Estados”, avalia o professor Luiz Honorato, vinculado ao Data UnB. O Data UnB está contabilizando também propostas de inclusão de novos objetivos à Base e de sugestões de exclusão.

Os trabalhos alcançam desde as participações feitas nos textos introdutórios do documento até o conteúdo de cada tópico nas áreas de conhecimento (linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas).

A análise de tendências dessas contribuições ocorre paralelamente à quantificação dos dados. O recorte abrange contribuições individuais ou aquelas enviadas por um representante coletivo de organizações sociais (grupo que inclui, inclusive, as contribuições registradas por escolas).

“Estamos entrando na etapa da pesquisa, que é caracterizar as contribuições. Para a análise foi definido, junto ao Ministério da Educação, seis categorias das contribuições dos objetivos”, explica a professora Thérésé Hofmann. Decana de extensão da UnB, Thérésé coordena o grupo formado por oito pesquisadores que trabalham na leitura e classificação das contribuições.




ONLINE
10