Situação dos professores temporários

Situação dos professores temporários

Direção do CPERS reúne-se com a Seduc para esclarecer situação dos professores temporários

 

Nesta quinta-feira, dia 18, a Direção Central do CPERS procurou a secretária adjunta da Secretaria Estadual de Educação - Seduc, Maria Eulália Nascimento, para solicitar esclarecimentos quanto a situação dos professores (as) que possuem contrato temporário no Estado. A informação repassada ao Sindicato foi a de que os contratos temporários foram prorrogados e os seus respectivos salários estão garantidos.

Conforme informações da Seduc, o Estado somava 21 mil professores contratados. Após as nomeações, atualmente são 19 mil profissionais. Desses, mil nomeados, um percentual de 40% passará a pertencer ao quadro de concursados. Os 60% restantes serão mantidos até o final de dezembro, podendo ou não ser realocados. A Direção Central do CPERS questionou a secretária quanto a esta situação. Em resposta, Eulália afirmou que não necessariamente haverá a exoneração de mil professores, visto que está sendo realizado pela Seduc um levantamento do quadro de professores por escola.

O Sindicato esclarece que os professores que estão recebendo uma carta solicitando seu comparecimento as CRES, são aqueles em que os nomeados já estão na escola. Portanto, o contrato emergencial deixa de existir, visto que há um nomeado nesse espaço.

A Direção Central do CPERS também solicitou explicações quanto a possibilidade de demissões de professores. Em resposta, foi afirmado que os professores serão realocados de acordo com a necessidade das escolas.

A presidente do Sindicato, Helenir Aguiar Schürer, destaca que o CPERS defende a manutenção dos contratos de acordo com a demanda de professores nas escolas. “Reivindicamos a nomeação de todos os concursados e a abertura de mais concursos públicos, até que se acabe com qualquer tipo de contrato precarizado”, observa.

De acordo com as informações repassadas pela Seduc, até o momento foram nomeados 13.440 professores (as) e até o final deste mês deverá ocorrer a nomeação de mais mil. O que totaliza, até o final do governo atual, 14.440 nomeações.




ONLINE
14