Sistema educacional: Complicado ou Complexo?

Sistema educacional: Complicado ou Complexo?

Por: Beia Carvalho*

Se você não acredita que mudamos de Era, nem perca seu tempo com este texto. Aqui vamos discutir como municiar as nossas crianças para os novos conceitos da nova ordem mundial que se avizinha. Um desses bombásticos exemplos é a transição do homem 1.0 para o pós-homem: mais inteligente e com níveis de consciência e conectividade mais altos e mais sofisticados. Tudo acontecendo agora. Enquanto você lê esse texto. E virando realidade nos próximos 30 anos.

Não sei se você vai se esconder num buraco quando tudo isso estiver acontecendo para valer. Mas bilhões – isso mesmo, bilhões – de crianças e jovens (seus filhos, sobrinhos, netos, vizinhos) estarão enfrentando as complexidades do século XXI. Municiados de que? Do sistema educacional criado há 200 anos. E idealizado para bombar a Revolução Industrial, onde, por princípio, crianças são tão absolutamente iguais como operários numa linha de produção.

É por esse precioso e digno motivo, e não mais pelo lamentável estado da Escola no Brasil e governos afins, que a EDUCAÇÃO foi um dos três tópicos mais calorosamente discutidos por países do primeiro mundo na conferência “Antecipando 2025″, realizada em março, em Londres.

Numa Era onde criatividade já-é-e-será a mais importante habilidade do cidadão do mundo, um sistema educacional que coloca as matérias que desenvolvem a criatividade como opcionais, é um sistema que desprepara nossas crianças e jovens para o processo de decisão.

Viver numa Nova Era, é viver um dia a dia onde as regras do passado são dinossauros que não resolvem os problemas do presente, que dirá os problemas do futuro! Crescer numa Nova Era é viver um dia a dia em que a não tomada de decisões pode paralisar todo um país. E sem exagero, todo o planeta. Somos testemunhas oculares da não tomada de decisões dos principais governantes do mundo, a cada encontro do G8.

Decidir é uma das atividades mais importantes para partirmos para a ação. E é habilidade cada vez mais rara e mais desejada em todo o mundo. Como tomar decisões numa Era em que novas descobertas, novos negócios e fortunas advêm do conceito 1+1 dá 5?

Muita gente se sente segura com esse sistema de educação criado no século XIX para resolver os problemas do século XXI. Nossas crianças, não. Elas sabem que estamos, sim, muito atrasados! E essa é a agenda que países com excelentes escolas e top índices de desenvolvimento humano, junto com países como o Brasil, na pífia e estagnada 85ª posição no IDH, têm que se engajar.

Como cidadãos do mundo, precisamos de uma nova Agenda. O verbo mudou. O jogo mudou. É imperativo criar o Jogo do Aprender para Ensinar. Aprender o novo de novo nas escolas, no mercado de trabalho, nas relações.

Porque uma Nova Era muda os conceitos mais básicos que temos sobre o mundo.
Para a geração que tem hoje menos de 16 anos riqueza não é dinheiro. Riqueza é a habilidade de influenciar pessoas. Qual riqueza nossa escola está apta a ensinar? Qual riqueza que queremos que os nossos filhos desfrutem?

Queremos que os exemplos históricos dos impactos da tecnologia sobre a sociedade nos ensinem a caminhar pelos círculos virtuosos do desenvolvimento. Aqueles que pensam nos homens deste planeta em primeiro lugar. E não em alguns poucos homens, sempre.

Na Era passada, os problemas eram complicados; na nova Era eles são complexos. Não dá para enfrentar problemas complexos com armas que resolvem problemas complicados. Problemas complicados você resolve por partes, pensando no passado e presente. Os complexos, você olha como o todo se interconecta com outros todos, pensando no presente e futuro. Sim, a Educação é um problema complexo.

Beia Carvalho é palestrante da Educar/Educador e Bett Brasil.

http://canaldoensino.com.br/blog/sistema-educacional-complicado-ou-complexo




ONLINE
14