Saúde total do trabalhador

Saúde total do trabalhador

 por Ana Maria Rossi*

Em um mundo corporativo em que as demandas são cada vez mais intensas, a jornada cada vez mais longa e a pressão por resultados uma busca insana, equilíbrio entre vida pessoal e profissional parece uma utopia. As consequências disso se refletem nas empresas, que perdem com a queda da produtividade, e, especialmente, na saúde dos trabalhadores. Estima-se que o Brasil gaste cerca de 3,5% do PIB/ano nacional com adoecimento, absenteísmo, rotatividade e lesões no trabalho devido ao excesso de tensão.

Para muitos profissionais, conciliar trabalho e qualidade de vida é missão quase impossível. Segundo dados da International Stress Management Association no Brasil (Isma-BR), 70% dos trabalhadores brasileiros sofrem as sequelas negativas do estresse. Dados do INSS de 2011 revelam aumento de 28% de afastamentos de trabalhadores por conta de casos ligados ao estresse. Em Porto Alegre, em pesquisa da Isma-BR em 2012, 79% das pessoas afirmam que o estresse prejudica sua saúde.

Avaliar os riscos e oportunidades para um trabalho mais saudável e identificar os elementos essenciais para o sucesso de programas de bem-estar e saúde no trabalho que possam criar uma cultura centrada nas pessoas são ações preventivas imprescindíveis.

Portanto, informações pertinentes são fundamentais para conscientizar empresários e trabalhadores dos agentes estressores para que promovam programas eficazes para reduzir as pressões. Estudos indicam que as empresas podem ter uma economia de até 34% se diminuírem os índices de tensão no trabalho. Fácil de entender, considerando-se que o trabalhador estressado tem um desempenho, em média, de cinco horas a menos.


Acreditamos que a disseminação de conhecimento e experiências para a importância da adoção de medidas para a prevenção do estresse e a manutenção da saúde pode ajudar trabalhadores e empresas a atuar de maneira pontual na redução das causas de estresse. Com o objetivo de identificar as categorias de risco e criar estratégias de gerenciamento que permitam uma vida mais saudável e produtiva, será realizado de 18 a 20 de junho o 13º congresso de estresse da Isma-BR, em Porto Alegre, tendo como tema Trabalho, Estresse e Saúde: promovendo a saúde total do trabalhador – da teoria à ação.


Embora qualidade de vida seja uma responsabilidade de cada indivíduo, certamente trabalhadores e empresas poderão se beneficiar da implantação de ações preventivas. Assim, todos lucram.

*Presidente da Isma-BR e representante brasileira na Divisão de Saúde Ocupacional da Associação Mundial de Psiquiatria

Zero Hora




ONLINE
14