Resposta da contraproposta

Resposta da contraproposta

Piratini responde contraproposta de professores em greve há 6 semanas

Comando de greve avalia o documento na tarde desta quarta-feira

Foto: Adriana Franciosi /Agencia RBS

O governo do Estado respondeu nesta quarta-feira (22) a contraproposta encaminhada na segunda-feira pelo Cpers/Sindicato. A greve dos professores está na sexta semana.

No documento, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) reafirmou que vai revogar a criação de um grupo de trabalho que avaliaria a gratificação do difícil acesso. A pasta também prometeu nomear professores sempre que necessário e a priorizar o pagamento da autonomia financeira das escolas.

A resposta do governo também traz a promessa de repassar R$ 40 milhões, até o fim de junho, para obras em escolas. A Seduc, no entanto, voltou a dizer que não tem como discutir reajuste salarial pelas dificuldades financeiras do Estado.

Sobre a situação do ponto dos grevistas, o governo propôs não descontar os dias parados se os professores cumprirem os dias letivos, por meio de um calendário de recuperação das aulas perdidas.

O comando de greve avalia o documento nesta tarde. Os professores vão analisar a resposta do governo em assembleia geral marcada para a tarde de sexta-feira, em Porto Alegre.

GAÚCHA




ONLINE
10