Nomear mais 258 professores

Nomear mais 258 professores

Governo do RS deve nomear mais 258 professores aprovados em concurso

Anúncio foi feito pelo Secretário de Educação, Vieira da Cunha, durante audiência pública na Assembleia

Vieira da Cunha reconheceu que o banco de professores está fragilizado | Foto: Pedro Belo Garcia / Agência ALRS / Divulgação / CP

Vieira da Cunha reconheceu que o banco de professores está fragilizado
Foto: Pedro Belo Garcia / Agência ALRS / Divulgação / CP

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) solicitou ao governo do Estado a nomeação de mais 258 professores aprovados no último concurso. O anúncio foi feito pelo secretário de Educação do Estado, Vieira da Cunha, em uma audiência pública realizada na manhã desta terça-feira, na Assembleia Legislativa. Além disso, um novo concurso deve ser realizado para a criação de um banco de profissionais para suprir a demanda dos que deixam o cargo. Neste ano, já foram mais de 1,7 mil que saíram, por aposentadorias, óbitos ou exonerações.

A nova rodada de nomeações deve ser autorizada pelo governador do Estado, José Ivo Sartori, e ainda não tem data para ser realizada. No entanto, o objetivo é de que o problema da falta de profissionais possa ser amenizado antes do começo do ano letivo de 2016. Desde o início desse governo, 540 profissionais foram nomeados em uma primeira chamada. “Estamos assumindo um compromisso público com a comunidade escolar para que no ano letivo que vem esses problemas que nós vivenciamos no início do nosso governo não se repitam”, afirmou Cunha.

Os profissionais que devem ser chamados irão substituir os contratos emergenciais. No último concurso, mais de 13,1 mil professores foram aprovados. Destes, 8 mil foram nomeados e 5 mil aguardam a chamada. Porém, existem mais de 19 mil contratos emergenciais ativos no Estado. “Não há ainda como afirmar quando os profissionais serão nomeados, porque precisamos da autorização do governador, mas a prioridade absoluta nessa segunda rodada de chamadas é dos aprovados no concurso”. 

Cunha reconheceu ainda a existência de uma “carência generalizada de servidores nas escolas” e, em função disso, um novo concurso deve ser realizado para que um banco de profissionais possa estar disponível para a substituição dos que deixam o cargo. “Estamos providenciando a reposição dos profissionais, a partir do próximo mês, para a substituição dos que saem todo o ano”.

A validade do último concurso também deve ser prorrogada pelo governo, já que deve vencer em outubro deste ano. Para a presidente do Cpers/Sindicato Helenir Schürer, a valorização profissional é fundamental para manter os servidores no cargo. “Não adianta fazer concurso público se não tivermos valorização para motivar os profissionais e não podemos tratar de valorização sem discutir salários”, salientou Helenir. 

 

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/557401/Governo-do-RS-deve-nomear-mais-258-professores-aprovados-em-concurso




ONLINE
12