Não concluem o Ensino Médio

Não concluem o Ensino Médio

Quase metade dos brasileiros com 19 anos não concluiu o Ensino Médio

São mais de um milhão de jovens que já poderiam estar na faculdade, mas que desistiram da escola. Todos Pela Educação diz que dados de levantamento são preocupantes e apontam descumprimento de metas.

18/02/2016 
Quadro mostra que 43% dos brasileiros com até 19 anos não concluiu o Ensino Médic (Crédito: CBN)

Quadro mostra que 43% dos brasileiros com até 19 anos não concluiu o Ensino Médic

Crédito: CBN

 

Por Talis Maurício

Apenas 57% dos jovens com 19 anos concluíram o Ensino Médio. Significa que 43%, quase a metade, não terminaram os estudos básicos no tempo adequado. São ao todo 1,487 milhão de pessoas nessa situação. O levantamento foi feito pelo movimento Todos Pela Educação, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE de 2014. Em comparação a 2013, a melhora foi de apenas dois pontos percentuais, o que revela estagnação no índice, como explica uma das responsáveis pelo estudo, Alejandra Velasco.

"A meta é que em 2022 todas as crianças completem sua trajetória escolar na idade adequada. No caso do Ensino Médio verificamos um percentual longe dos 100%. A gente vê melhoria em todas as regiões, mas infelizmente não observa uma melhoria no ritmo esperado", diz.

Do total de jovens brasileiros com 19 anos que não concluíram o Ensino Médio, quase a maioria, 42%, só trabalha. Outros 29% não trabalham nem estudam. O restante, menos de 30%, ainda tenta terminar os estudos. É o caso do desempregado Bruno da Costa Gervásio, de 19 anos, morador de Osasco, na Grande São Paulo. Em 2015, ele largou o 2º ano do ensino médio para trabalhar e ajudar a família.

"Comecei a trabalhar, só que o horário do emprego não batia com o horário da escola. Aí eu parei de estudar e fiquei só trabalhando. Deixei de estudar para poder ter meu dinheiro e ajudar em casa também. Aí a empresa teve perda de cliente e teve que demitir mais da metade dos funcionários e eu fui junto. Penso em voltar a estudar neste ano, fazer um supletivo e depois entrar na faculdade de Engenharia Civil", conta.

O maior número de jovens de 19 anos que não frequenta a escola está no Sudeste, região mais populosa do Brasil. Seguido do Nordeste, Sul, Norte e Centro-Oeste. Para a ex-secretária de educação básica do Ministério da Educação, Maria do Pilar Lacerda, os dados refletem a desigualdade social do país e um modelo de ensino ultrapassado, que não atrai os jovens. Deficiências que vão deixar cicatrizes no futuro.

"A maior parte desses jovens que não conseguiram concluir o Ensino Médio são jovens pobres. Isso é muito o retrato da desigualdade social e da má distribuição de renda no Brasil. E apresentamos a esses jovens uma escola que é muito arcaíca, que não dialoga com essa juventude e que por isso mesmo não seduz os jovens a permanecerem na escola. Para esses jovens, com certeza, terão menos oportunidades, serão mais explorados e pegarão os piores empregos", avalia a ex-secretária.

No Ensino Fundamental a situação é um pouco melhor. Do total de jovens com 16 anos, 3,5 milhões, 74% concluíram o ciclo e apenas 26% ainda não. No caso do Ensino Médio, os dados também são positivos quando avaliados entre 2005 e 2014. Nos últimos dez anos, o Brasil avançou 15 pontos percentuais na taxa de conclusão dessa etapa, o que indica uma trajetória, ainda que lenta, de melhoria.

 

http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/pais/2016/02/18/QUASE-METADE-DOS-BRASILEIROS-COM-19-ANOS-NAO-CONCLUIU-O-ENSINO-MEDIO.htm

 




ONLINE
5