Mobilização deve continuar

Mobilização deve continuar

CPERS ALERTA: O GOVERNO ESTÁ TENTANDO NOS ENGANAR!

 

assembleiaCom o pagamento dos salários hoje o governo do Estado tenta desmobilizar os servidores e garantir as condições para aprovar seu pacote de projetos na Assembleia. O recuo momentâneo do governo só está ocorrendo por medo de que a pressão do movimento unificado dos servidores venha a mudar a posição de diversos deputados. A presidente do CPERS e membro da Coordenação Unificada dos Servidores Públicos está chamando a todos os educadores e servidores do Estado a redobrar sua mobilização para o dia 18.

A maioria dos projetos em regime de urgência na Assembleia constitui um ataque frontal aos direitos dos servidores. Um deles é especialmente agressivo: o PLC 206, que implica em CONGELAR os salários dos servidores. No caso dos educadores, a sua aprovação impossibilita o pagamento dos 13,01%. e IMPEDE o pagamento do Piso Nacional dos professores até mesmo se o governo tiver dinheiro em caixa.

O pacote que o governo está apresentando não ataca apenas os servidores. Ele ataca a todos os por tudogaúchos, pois sua aprovação significará a diminuição e a precarização dos serviços públicos, principalmente daqueles que são mais necessários. Segurança, saúde e educação, que já não vinham bem, ficarão ainda piores.

O recuo do governo ocorreu por dois motivos. “Primeiro, ficou evidente a mobilização e a força dos servidores que vêm realizando reuniões e atos em todo o Rio Grande do Sul. Segundo, a pressão das bases pode fazer muitos deputados mudarem de posição e se voltarem contra o governo.”

O momento é de reunir ainda mais forças. O ataque aos direitos dos servidores recém está começando. O secretário da Fazenda, Giovani Feltes disse que o pagamento do salário de agosto só será definido “aos 45 do segundo tempo”. Os projetos na Assembleia são apenas o primeiro pacote de uma série de pacotes que deverão ser enviados.

Somente a luta unificada e a resistência dos servidores, buscando o apoio de toda a população, será capaz de barrar esse ataque aos serviços públicos.

Este é o momento de avançar. Dia 18 é dia de luta! Todos os educadores na Assembleia do CPERS às 9h30min, no Gigantinho. Todos os servidores na Assembleia Unificada, às 14 horas, no largo Glênio Peres, quando deliberaremos sobre a GREVE UNIFICADA.

 

http://cpers.com.br/cpers-alerta-o-governo-esta-tentando-nos-enganar/




ONLINE
13