Minha professora?

Minha professora?



“Você não pode ser minha professora!”

Vídeo extremamente inquietante, tanto pela produção quanto pela mensagem.

Para mim, mais do que real.

Para mim, extremamente importante no debate sobre qual escola queremos.

Extremamente importante no debate sobre para quê estamos educando e como estamos educando.

Reflita:



Só pra não deixar de alfinetar: nesta época, com estes questionamentos, a prefeitura do Rio de Janeiro acha maravilhoso gastar milhões com apostilas ridículas cheia de erros…

Abraços,

Declev Reynier Dib-Ferreira
Sim, eu posso.

ps.: Só para não deixar em branco. Eu até diria que pode ter um sexismo implícito no título do vídeo, quando ele se refere à “minha professora”, pois que sempre que se fala genericamente utiliza-se o masculino e, neste caso, em que está se falando com alguém que seria desconhecedor da internet e “atrasado”, fala-se no feminino. Porém, por outro lado, acho que pode ser pela idade da criança, pois nesta faixa etária quase a totalidade dos professores são, de fato, mulheres. Mas vale para todos, diga-se de passagem.

http://www.diariodoprofessor.com/2013/05/26/voce-nao-pode-ser-minha-professora/




ONLINE
13