Jovens no ensino médio do RS

Jovens no ensino médio do RS

RS está abaixo da média do país no acesso dos jovens ao ensino médio

Foto: Diego Vara/Agência RBS

Levantamento divulgado nesta quinta-feira (2) pelo Movimento Todos pela Educação mostra que o ensino médio continua sendo um dos principais gargalos para o avanço dos indicadores educacionais no País. Em 2013, 54,3% dos jovens brasileiros concluíram o ensino médio até os 19 anos, idade considerada adequada. No Rio Grande do Sul a situação é ainda pior: apenas 48,8% dos estudantes concluíram a educação básica até os 19 anos.

O relatório “De Olho nas Metas” é divulgado a cada dois anos com o objetivo de acompanhar a evolução dos indicadores educacionais no País. São cinco metas monitoradas no documento e que devem ser cumpridas até 2022 – ano do bicentenário da independência.

Até 2022, 95% dos jovens brasileiros de 16 anos deveriam completar o ensino fundamental, e 90% dos jovens de 19 anos deveriam concluir o ensino médio. No entanto, os números ainda estão longe do esperado.

Além da dificuldade de inclusão no ensino médio, os dados mostram que o desempenho dos alunos que estão na escola está abaixo do esperado. Segundo dados de 2013, apenas 9,3% dos estudantes deixam o ensino médio com proficiência esperada em Matemática e 27,2% em Português.

Aqui no Rio Grande do Sul, os dados são um pouco melhores do que a média nacional, mas ainda assim baixos. Apenas 13,8% dos estudantes tem conhecimento adequado em matemática e 37,9% em português no fim do ensino médio.

Segundo a diretora-executiva do Movimento Todos pela Educação, Priscila Cruz, o levantamento mostra que houve avanços nos anos iniciais do ensino fundamental. No entanto, os indicadores estão estagnados nos anos finais do ensino fundamental e até regrediram no ensino médio.

“Temos alguns desafios por etapa de ensino. Na educação infantil, por exemplo, o desafio é garantir o acesso a todos os estudantes de 4 e 5 anos na escola. No ensino médio o grande desafio é manter o jovem na escola, tornar ela atrativa”, disse em entrevista ao programa Gaúcha Repórter.

Segundo Alejandra, além de investir mais recursos na educação, é preciso gerir melhor o dinheiro, capacitando os diretores e os gestores.

Das cinco metas, apenas a 5, que trata do investimento em educação foi cumprida parcialmente. Confira:

1- Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola;
Os dados mostram que o País tem taxa de atendimento de 93,6%, abaixo da meta de 95,4%. O Rio Grande do Sul está bem abaixo da meta – alcançou taxa de atendimento de 91,2% em 2013. Os piores resultados foram registados nos Estados do Norte, e os melhores no Sudeste.

Um dos piores gargalos está no ensino médio. A taxa de abandono nesta etapa é de 8,1% em todo o Brasil. Novamente, o Rio Grande do Sul está abaixo da média nacional, com 8,9% dos alunos que abandonaram o ensino médio em 2013.

2- Toda criança plenamente alfabetizada até os 8 anos;
Nesta meta, o exame que permitiria avaliar a meta ainda não teve os resultados divulgados de forma consolidada pelo Inep.

3- Todo aluno com aprendizado adequado ao seu ano;
Segundo dados de 2013, apenas 9,3% dos estudantes que deixam o ensino médio com proficiência esperada em matemática e 27,2% em português. No Rio Grande do Sul, os dados são um pouco melhores do que a média nacional, mas ainda assim baixos. Apenas 13,8% dos estudantes tem conhecimento adequado em matemática e 37,9% em português no fim do ensino médio.

4- todo jovem com ensino médio concluído até os 19 anos;
A taxa de conclusão aos 19 anos em 2013 foi de 54,3%, quase 10 pontos percentuais abaixo da meta de 63,7%. No Rio Grande do Sul, 48,8% dos estudantes concluíram o ensino médio até os 19 anos. O número está abaixo da meta para o Estado, que era de 66,4%

5- Investimento em educação ampliado e bem gerido
Hoje, o percentual do investimento público direto na área é de 5,6% do PIB. O  Brasil continua a figurar entre os países que menos investem em educação, aparecendo em penúltimo lugar na lista da OCDE, com cerca de 3 mil dólares por aluno, à frente apenas da Indonésia e atrás de outros países latino-americanos como Chile e México.

 

http://wp.clicrbs.com.br/abece/2015/07/02/menos-da-metade-dos-jovens-concluiram-o-ensino-medio-ate-os-19-anos-no-rs/?topo=52%2C2%2C18%2C%2C171%2Ce171




ONLINE
10