Greve unificada de três dias

Greve unificada de três dias

Servidores públicos aprovam greve unificada de três dias

Cerca de 30 mil pessoas protestam no Centro de Porto Alegre

Foi aprovada a greve unificada por três dias de todos os servidores do Rio Grande do Sul. Caso o salário de agosto não seja depositado até o dia 31, haverá nova greve nos dias 1ª, 2 e 3 de setembro. Cerca de 30 mil servidores estaduais e federais se reuniram no início da tarde desta terça-feira no Largo Glênio Peres, em frente ao Mercado Público. Por volta das 15h, eles se dirigiram até o Palário Piratini pela avenida Borges de Medeiros.

Os servidores decidiram parar as atividades por conta do parcelamento dos salários do mês de julho, anunciado pelo governo no final do mês passado, mas que foi quitado 11 dias depois. Pela manhã, outras categorias decidiram realizar paralisações nos próximos três dias: Cpers/Sindicato, Técnicos-Científicos (Sintergs) do Rio Grande do Sul e a Associação dos Fiscais Agropecuários (Afagro).

Rita Porto, professora de artes e educação física na Escola Estadual de Ensino Fundamental Pedro América, que fica na zona Sul de Porto Alegre, se manifestou a favor da valorização da educação e pelo não fechamento da Fundação Zoobotânica. Segundo ela, a ida ao Zoológico de Sapucaia do Sul, que fica na região Metropolitana, só é possível porque a instituição é pública. “É um dos passeio mais esperados do ano. As crianças adoram. Por isso estamos aqui também, porque não podem acabar com isso”, disse.

Luiz Gustava Salles, professor de educação física em três escolas estaduais, têm mais de 300 alunos. Fantasiado com peruca e nariz de palhaço, ele se destacou em meio a multidão. Para ele falta a valorização do servidor público.

Agentes da Polícia Civil e da Susepe também se integram à mobilização de servidores públicos do Rio Grande do Sul. Em razão disso, os plantões de Delegacias de Polícia de Pronto Atendimento só atendem flagrantes e casos de maior gravidade como homicídio, estupro, ocorrências envolvendo crianças e adolescentes e lei Maria da Penha. Até as 18h, não ocorrerão cumprimentos de mandados de busca e apreensão, prisão, operações policiais, serviço cartorário, entrega de intimações, oitivas, remessa de inquéritos ao poder Judiciário e demais procedimentos de polícia judiciária.




 

 

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/564427/Servidores-publicos-aprovam-greve-unificada-de-tres-dias




ONLINE
13