Fala de Sartori

Fala de Sartori

Fala de Sartori confirma tese do "Quanto pior, melhor"

Publicado no dia 20 Ago 2015

Analisando o pronunciamento de hoje à tarde do governador José Ivo Sartori, o presidente da Fessergs, Sérgio Arnoud, avalia que ele está apostando no "quanto pior, melhor".

Todo o cenário foi montado para sacrificar os servidores e penalizar a sociedade. "Nenhuma iniciativa  foi tomada para desbloquear as contas do Estado, combater a sonegação e cobrar os créditos junto ao Governo Federal. Por isso os servidores estão em greve, denunciando  o descaso do governo com a população e com o funcionalismo gaúcho", concluiu Arnoud.

Veja o que prevê o 4º pacote de ajuste fiscal do Piratini:

— Elevação da alíquota básica do ICMS de 17% para 18%.— Aumento de tributos para combustíveis (gasolina e álcool hidratado, de 25% para 30%), comunicação (telefonia fixa e móvel, de 25% para 30%), bebidas (cerveja e chope, de 25% para 27%; refrigerante, de 18% para 20%), energia elétrica (residencial, acima de 50 kW, de 25% para 30%; comercial, de 25% para 30%).

— Criação de fundo de combate à pobreza (Ampara), com a cobrança de adicional de dois pontos percentuais, até 2025, sobre TV por assinatura (hoje, de 12%), fumo, bebidas alcoólicas e cosméticos (atualmente 25%).

— Fixa o dia 1º de janeiro como data de lançamento do IPVA, para dar agilidade à cobrança. O prazo para quitar o imposto é antecipado para 30 de abril. O "Bom motorista" ganha desconto de 5% no primeiro ano, de 10% em dois anos e de 15% em três anos, estimulando a boa conduta.

— O Programa Especial de Quitação e Parcelamento (Refaz), além de possibilitar a regularização fiscal de empresas e incrementar a arrecadação, permitirá o parcelamento com desconto de 40% nos juros e desconto de até 50% na multa.


http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/08/pacote-do-piratini-preve-aumento-de-icms-e-reducao-no-desconto-do-ipva-4829254.html

Tatiana Danieli
Jornalista Diplomada - MTB 8781
* Com informações de zh.clicrbs.com.br

 




ONLINE
9