Desocupação da AL

Desocupação da AL

Após negociação com governo, estudantes decidem desocupar escolas e Assembleia do RS

Alunos deixaram a AL nesta noite, mas afirmam que escolas ocupadas só serão esvaziadas após o secretário da educação assinar termo de compromisso

Por: Débora Cademartori      14/06/2016 

Durante negociação realizada com o representantes do governo do Rio Grande do Sul no fim da tarde desta terça-feira, estudantes decidiram que irão encerrar as ocupações nas escolas do Estado. O acampamento montado nesta segunda-feira na Assembleia Legislativa foi encerrado de maneira imediata, com a retirada das barracas no início desta noite.

Leia mais:
PGE pede reintegração de posse do Centro Administrativo

Em contrapartida, o governo estadual concordou com a proposta de adiar a votação do PL 44/2016 para 2017 — o projeto pretende ampliar a interferência de empresas privadas e serviços terceirizados na educação pública. Além disso, na reunião em que participaram estudantes, deputados de oposição e o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza (PMDB), ficou acordado que o governo se comprometerá a seguir um cronograma de obras nas escolas e melhorar a merenda oferecida aos alunos.

De acordo com os estudantes, as escolas somente serão liberadas quando o secretário de Educação, Luís Antônio Alcoba de Freitas, assinar o termo de acordo, o que deve ser realizado na Justiça na manhã desta quarta-feira. Só a partir do momento que a assinatura for oficializada é que alunos devem deixar as escolas ocupadas no Estado.

 




ONLINE
8