DalAgnol volta exercer a advocacia

DalAgnol volta exercer a advocacia

DalAgnol recupera direito de exercer a advocacia

De acordo com a Legislação Federal, a suspensão não pode ser superior a um ano

 

Créditos: Arquivo Rádio Uirapuru

DalAgnol recupera direito   de exercer a advocacia

O advogado Maurício Dal’Agnol, que estava suspenso pela OAB - Seccional do Rio Grande do Sul – devido ao seu envolvimento em golpe milionário que lesou mais de 30 mil clientes, recuperou o direito de exercer a advocacia. A informação foi confirmada no final da tarde desta terça-feira pelo presidente da OAB Subseção de Passo Fundo, advogado Alexandre Ghelen.

Ele havia sido suspenso cautelarmente pelo presidente  da OAB do Estado, advogado Marcelo Bertoluci, após a deflagração da Operação Carmelina, em fevereiro do ano passado, quando foi desbaratada a sua quadrilha, que teria lesado mais de 30 mil clientes em valores superiores a R$ 100 milhões. Após, o Conselho da Seccional da OAB ratificou a decisão do presidente da entidade e suspendeu Dal’Agnol provisoriamente.

Porém, agora, a medida foi suspensa. O presidente da OAB de Passo Fundo, Alexandre Ghelen explica que de acordo com a Legislação Federal, a suspensão não pode ser superior a um ano. Ele já cumpriu esse prazo e, por isso, teve a carteira da OAB regularizada podendo exercer normalmente a profissão. Alexandre Ghelen alerta, porém, que Maurício Dal’Agnol ainda responde a outras medidas disciplinares na Seccional da OAB.

Ele disse que não poderia entrar em detalhes porque as medidas correrem em  sigilo conforme prevê a Legislação. Alexandre Ghelen adiantou que ainda nesta semana viaja a Porto Alegre para se inteirar melhor sobre essas medidas que tramitam na Seccional da entidade.      

http://rduirapuru.com.br/geral/28079/dalagnol+recupera+direito+++de+exercer+a+advocacia

 

Maurício Dal’Agnol é solto após alvará de ministro do STF

Ele estava detido desde o dia 22 de setembro de 2014

15.02.15 - 

O advogado Maurício Dal’Agnol foi liberado da cadeia, na madrugada deste domingo, do Presídio Regional de Passo Fundo, no Norte do Estado. O alvará foi concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello.

O homem é acusado de desviar recursos de mais de R$ 100 milhões de 30 mil clientes. Ele estava detido desde o dia 22 de setembro de 2014. Segundo a Polícia Federal (PF), Dal’Agnol ganhava as ações e repassava apenas parte das indenizações.

Fonte: Rádio Guaíba

http://www.radioguaiba.com.br/noticia/mauricio-dalagnol-e-solto-apos-alvara-de-ministro-do-stf/

Por Siden

http://nucleo14cpers.blogspot.com.br/

 




ONLINE
5