CPERS desfiliou-se da CUT

CPERS desfiliou-se da CUT

CPERS/SINDICATO DESFILIOU-SE DA CUT

            Uma Assembleia Geral realizada em 27/3/2015, no "Gigantinho", desfiliou da CUT o CPERS, sindicato que organiza os trabalhadores em educação do Rio Grande do Sul, e que estava filiado à essa central desde 1996.

            O CPERS é uma das maiores organizações sindicais do Brasil. Conta com 83 mil associados, distribuídos por 42 núcleos regionais, que abrangem o Estado inteiro. A sede, localizada no centro de Porto Alegre, é um prédio de 9 andares.

            Ao contrário da última eleição para a Diretoria do CPERS, onde as esquerdas se apresentaram divididas e foram derrotadas pela aliança PT/PCdoB, desta vez estavam todas unidas. MLS, CS, CEDS, Fortalecendo o PSOL, PSTU, MES, Alicerce, CST, PCB, T.C. e MLC compunham o Comitê pela Desfiliação do CPERS da CUT, gestado simultaneamente com o ato público de 12 de março, organizado por estas mesmas correntes, e que protestou contra Fortunatti, Sartori, Dilma e a direita golpista, reunindo 2 mil manifestantes.

            A Assembleia Geral iniciou agitada pela manifestação dos 3 mil presentes, praticamente todos vestindo camisetas vermelhas (CUT) ou camisetas amarelas com vermelho (oposição).       

            A abertura da assembleia foi manipulada, pois CUT, CNTE e APP Sindicato (Paraná), juntamente com a Presidente do CPERS, defenderam da mesa a manutenção da filiação. Mas não adiantou nada, porque uma votação por contraste inseriu na pauta da assembleia, o ponto da desfiliação. Vencida esta barreira, foi então o momento de 3 intervenções a favor da desfiliação da CUT e 3 pela manutenção da filiação. A votação foi feita em 10 urnas colocadas na quadra do ginásio, sem que tivesse ocorrido qualquer incidente. O resultado da votação foi o seguinte:

> Pela desfiliação da CUT ................................... 1.587 votos

> Pela manutenção da filiação à CUT .................. 1.129 votos

> Total de votos .................................................. 2.716 votos

            Diferença a favor da desfiliação ...............    458 votos   

            A perda do CPERS representa uma derrota muito grande para a CUT, pela influência que exercerá sobre a desfiliação de outros sindicatos no Estado, e também nos demais sindicatos estaduais de trabalhadores em educação. Com a desfiliação do CPERS, a CUT perdeu também uma arrecadação mensal de 130 mil reais.

            Em 2007, tentamos desfiliar o sindicato e perdemos por 123 votos. Desta vez, vencemos em função da unidade que construímos e da conjuntura nacional, que nos foi favorável. O PT e a CUT ainda sentiam o abalo sofrido pelas manifestações da direita golpista ocorridas no 15 de março.

            Em 28/3/2015

            Clovis Oliveira (Membro da Secretaria Executiva Estadual da CSP/CONLUTAS, e participante do CEDS)




ONLINE
16