Conheça a Base

Conheça a Base

Entenda a base comum curricular, que deve mudar o ensino em todo o país

SABINE RIGHETTI    COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

JÚLIA BARBON    DE SÃO PAULO

A Base Nacional Comum Curricular, que teve sua versão atualizada divulgada pelo Ministério da Educação nesta quinta (6), deve mudar o ensino básico em todo o país a partir de 2019.

Entenda abaixo por que ela foi criada, como chegou até aqui, quem será afetado e o que vem pela frente.

A base é um documento...

...que traz o conteúdo comum que deverá ser ensinado em todas as escolas do país. Ela está em discussão há dois anos e meio.

 

 

 

 


Ela foi criada para...

...que todos os alunos do país aprendam o mesmo conteúdo no mesmo ano. O Ideb –índice calculado a partir da Prova Brasil e de dados de reprovação– mostra que há desequilíbrio entre os Estados.

 

Editoria de Arte/Folhapress

 

VA - página gráfica base curricular


Serão afetados...

...todos os alunos (49 milhões) de escolas públicas e privadas (186 mil) da educação básica, que é formada...

A base é composta por...*

...4 áreas do conhecimento:

> Matemática
> Ciências da natureza: ciências
> Linguagens: língua portuguesa, arte, educação física e língua inglesa
> Ciências humanas: geografia e história

...396 páginas (cerca de metade do tamanho da versão anterior)

...10 competências norteadoras, como valorizar "os conhecimentos historicamente construídos" e "a diversidade de saberes e vivências culturais" ou "argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis"

...e as principais mudanças foram nas áreas de:

Alfabetização
Como é: Plano Nacional da Educação prevê aluno alfabetizado até o 3º ano
Como fica: Alfabetização é antecipada para o 2º ano, aos 7 anos de idade

Ensino religioso
Como é: Constituição de 1988 define que o tema é facultativo nas escolas
Como fica: Foi retirado do texto; caberá aos Estados, municípios e escolas privadas decidir

Estatística e probabilidade
Como é: Não apareciam nos documentos prévios da base
Como fica: Serão ensinadas a partir do 1º ano do fundamental

*Considera apenas os ensinos infantil e fundamental; a base do ensino médio foi adiada (leia mais abaixo)

Esta é a terceira versão...

O documento já passou por diversas etapas e teve sua entrega adiada algumas vezes.

26.jun.2014
Plano Nacional de Educação é sancionado e prevê que o governo crie a base

16.set.2015
MEC apresenta 1ª versão e abre consulta pública até dezembro. 12 milhões de contribuições foram recebidas

3.mai.2016
MEC divulga 2ª versão e a envia ao CNE (Conselho Nacional de Educação) e a Estados e municípios

23.jun a 10.ago.2016
Texto é debatido em seminários estaduais e devolvido ao MEC

Ago.2016 a mar.2017
Equipe do MEC revisa a base e realiza debates

23.set.2016
Governo Temer publica medida provisória que reforma o ensino médio, adiando a conclusão da base para esta etapa de ensino

6.abr.2017
MEC entrega 3ª versão (apenas dos ensinos infantil e fundamental)

Também "atravessou" a gestão de três ministros:

 

 

 

 


As primeiras versões foram criticadas por...

1ª versão
> História: excluía história antiga europeia, como Grécia e Roma
> Língua portuguesa: regras gramaticais ficaram de fora do documento

2ª versão
> Tamanho: documento foi considerado muito grande, com 652 páginas
> Competências: habilidades pessoais e sociais não entraram

O que acontece agora

De acordo com o MEC e o CNE (Conselho Nacional de Educação)

Até o final de 2017
> Documento segue para o CNE, que ainda pode fazer mudanças
> CNE entrega versão final da base
> Temer deve sancionar a reforma do ensino médio
> MEC deve encaminhar a base do ensino médio ao CNE

2018
> Começa o treinamento de professores para implementar a base

2019
> Documento começa a valer

 

http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2017/04/1873047-entenda-a-base-comum-curricular-que-deve-mudar-o-ensino-em-todo-o-pais.shtml 




ONLINE
6