Calote na Previdência

Calote na Previdência

Bancos admitem calote na Previdência 

Bancos admitem calote na Previdência

Representantes dos cinco maiores bancos do país foram ouvidos pela CPI da Previdência; Procuradoria Geral da Fazenda Nacional colocou todos na lista dos maiores devedores de impostos previdenciários.

Representantes dos cinco maiores bancos do país confirmaram que são devedores de impostos previdenciários. Eles foram questionados sobre o tema nesta segunda 19, em sessão da CPI da Previdência no Senado, onde disseram também que tais pendências estão sendo questionadas na Justiça.

De acordo com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, Banco do Brasil, Caixa Federal, Itaú, Bradesco e Santander estariam na lista dos maiores devedores de impostos previdenciários, somando R$ 1,3 bilhões.

Todos os cinco convidados afirmaram que as dívidas divulgadas pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional são, em sua grande maioria, questionamentos que os bancos fazem sobre a incidência ou não de impostos previdenciários em parcelas do salário do trabalhador como auxílio-creche, vale transporte ou alimentação e o terço constitucional de férias. Os bancos as consideram verbas indenizatórias, mas a Receita Federal argumenta que são remuneratórias e, por isso, devem ser tributadas.

O relator da CPI, senador Hélio José, criticou o que chamou de jeitinho dos bancos para não pagar o imposto. O presidente da Comissão, senador Paulo Paim, disse que a saída é dar suporte para a Receita cobrar a dívida na Justiça.

# Comissão do Senado rejeita relatório da reforma trabalhista

http://santosbancarios.com.br/artigo/bancos-admitem-calote-na-previdencia 




ONLINE
10