BNCC fatiada

BNCC fatiada

BNCC é fatiada pelo MEC

O Jornal da Ciência divulga Portaria 790/16 na qual o MEC redefine o encaminhamento da Base Nacional Comum em discussão nos estados. Juntamente com criar uma Comissão para acompanhar a redação da nova versão, o MEC irá rediscutir o modelo do ensino médio.

Veja informação do portal do MEC.

“A Folha apurou que o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), tem articulado um acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, do mesmo partido do ministro, para acelerar a aprovação do projeto substitutivo para reformulação do ensino médio. O projeto original, PL 6840, está em trâmite na Câmara desde 2013.”

Veja repercussão na imprensa.

Veja do que trata o PL 6840.

Baixe o texto da Portaria aqui.

A Portaria tem, portanto, dupla finalidade: por um lado encaminhar a nova versão da BNCC e por outro definir a reforma do ensino médio. A própria Portaria já define que se trata de definir diferentes percursos de terminalidade para o ensino médio.

A fala do Secretário de Educação Básica em evento no MEC, como divulgamos, antecipava este movimento, pois, a BNCC do ensino médio foi concebida até agora para uma terminalidade única e o desejo do MEC é que ela contivesse várias terminalidades.

Na oportunidade ele disse:

“o debate da base do ensino médio não pode ser feito sem discutir o modelo de ensino médio” com percursos diferenciados (flexibilização das saídas), como tem proposto o CONSED.”

Provavelmente o modelo será próximo ao usado hoje na Inglaterra, onde existe um Common Core de Leitura, Matemática e Ciências e as demais disciplinas vão sendo combinadas e mudadas na dependência da terminalidade. Se este for o modelo, teríamos, finalmente, a introdução do Common Core no Brasil onde apenas o núcleo duro do currículo teria uma base e as demais disciplinas ficariam sem uma base nacional.

Segundo Fábio Galvão alerta ao Blog, o Ministro disse à Veja que:

“Muito já se falou sobre mudar o ensino médio, sem resultado. Por que acreditar que desta vez vai acontecer? Estamos falando com secretários de todos os estados, em conversas já bastante amadurecidas, e tomando medidas concretas em direção à mudança. Adianto aqui que o ensino médio será por ora retirado da discussão sobre o currículo nacional, que focará o ciclo fundamental. Não faria sentido definir o que o estudante deve aprender em cada matéria do nível médio se o objetivo é justamente trocar o modelo existente.”

Veja entrevista completa aqui.

 

https://avaliacaoeducacional.com/2016/07/28/bncc-e-fatiada-pelo-mec/ 




ONLINE
7