Armadilhas da medição

Armadilhas da medição

"Na Educação Básica, não é desejável ter um sistema que promova reprovações em massa, assim como não é desejável ter um em que todos passem de ano mesmo sem aprender nada",

afirma Hélio Schwartsman

Fonte: Folha de S.Paulo (SP)   12 de setembro de 2014

Até certo ponto é verdadeira a máxima de que só conhecemos aquilo que conseguimos medir. Mas é preciso acrescentar que medições podem ser traiçoeiras.Tomemos o caso da Educação. A maneira mais óbvia de aferir se uma Escola está funcionando é submeter seus Alunos a um teste. Se, na média, forem bem, a instituição está cumprindo seu papel. Caso contrário... O problema é que, quando pulamos da prancheta da razão para a realidade, as coisas podem funcionar de outro jeito.
 

O Grupo Folha não autoriza a publicação na íntegra do conteúdo produzido pelo jornal Folha de S.Paulo




ONLINE
7