Acertou redação do Enem

Acertou redação do Enem

Professora que acertou redação do Enem não acredita em vazamento

Professora de cursinho em Rio Preto deu aula sobre o tema em agosto. Polícia Federal abriu investigação sobre um suposto vazamento do tema.

 

Se para muitos alunos o tema da redação do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio, deste ano foi uma surpresa, para a professora de redação de São José do Rio Preto (SP) Ana Flora Pagliarini Manzano, "Publicidade infantil em questão no Brasil" (tema deste ano) foi abordado em sala de aula em agosto, bem antes do exame. "Tirei de um jornal uma pergunta sobre o tema e peguei dois posicionamentos diferentes, de que se a publicidade infantil deveria ser proibida", afirma.

A professora dá aula para estudantes do ensino médio e também cursinhos pré-vestibulares e afirma que ficou surpresa de ter acertado o tema da redação durante uma aula. "O meu enfoque nesta aula específica foi falar sobre o abuso infantil, até cheguei a mostrar um vídeo sobre os abusos. Não imaginei que seria esse o tema", diz a professora.

Ana Flora diz que o exame sempre traz assuntos atuais e ficou surpresa com a escolha do tema neste ano.  "Fiquei surpresa porque a gente sempre pensa em temas atuais, como água, energia, tráfico, racismo. Como a gente não trabalha muito em acertar o tema, achei a publicidade infantil uma questão importante para eles se posicionarem", diz a professora.

Sobre o fato de a Polícia Federal ter aberto uma investigação sobre um suposto vazamento da prova de redação do Enem depois que denúncias de que a página com o tema proposto teria sido compartilhada nas redes sociais antes do início da prova, a professora diz não acreditar no vazamento. "Acho muito difícil o tema ter vazado. O Enem já teve algumas falhas no passado, mas acho que atualmente deve haver bastante segurança na prova, até porque deve ter uma logística de segurança muito grande para evitar vazamentos", diz.

A professora dá aulas de redação em Rio Preto há 25 anos e, apesar de o tema ter causado espanto e discussão entre alunos, Ana Flora achou o tema válido. "É uma questão atual porque envolve a superexposição e a mudança dos valores do ser sobre o ter, valores morais ficando comprometidos, acho um tema atual, saiu do esperado, dos temas mais cotados, mas é um tema bacana", afirma.

http://cliente.linearclipping.com.br/mec/site/m012/




ONLINE
15