Ação de pagamento integral

Ação de pagamento integral

TJ julga ação que obriga Piratini a pagar salário integral na segunda

Definição ocorreu na reunião com o Cpers nesta sexta-feira

Cpers realizou manifestações nesta sexta-feira contra o parcelamento dos salários | Foto: Guilherme Testa

Cpers realizou manifestações nesta sexta-feira contra o parcelamento dos salários | Foto: Guilherme Testa

por Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ) informou ao Sindicato dos Professores do Estado (Cpers/Sindicato) que irá julgar mérito da liminar deferida pelo Poder Judiciário que compromete o governo gaúcho a quitar em dia os salários do funcionalismo. Na manhã desta sexta-feira, o Cpers Sindicato reuniu-se com representantes do TJ, onde foi novamente protocolado um pedido de providência para efetivar a liminar. O TJ respondeu que haverá a análise na próxima segunda-feira, dia 5, do caso. 

Durante a manhã, os professores fizeram uma caminhada pela capital. Por volta das 9h, um encontro entre representantes da categoria e o Ministério Público ocorreu. O Cpers pediu a abertura de um inquérito civil público por improbidade administrativa. Em frente ao prédio do Ministério Público, na rua Aureliano de Figueiredo Pinto, um grupo de cerca de 200 pessoas protestava.

Após o encontro, a manifestação seguiu em caminhada até o prédio do TJ, onde novamente ocorreu manifestação. Depois, o grupo seguiu em nova caminhada pela Borges de Medeiros, até a frente do Palácio Piratini, onde o grupo promoveu ato com cânticos e pichações no asfalto.

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Ensino%20/2016/9/596745/TJ-julga-acao-que-obriga-Piratini-a-pagar-salario-integral-na-segunda 




ONLINE
6