Abuso de incompetência

Abuso de incompetência

Governo irresponsável de Sartori dá calote nos servidores e abusa da incompetência

sartori_parcelandoNesta terça-feira (21), muitos policiais civis acreditaram que estavam vivendo um verdadeiro pesadelo. Ao consultar as suas contas correntes, se depararam com o saldo negativo e um débito no valor do 13º salário em suas contas. Muitos não tinham nem dinheiro para pagar uma passagem de ônibus. Outros não puderam mandar seus filhos para a escola, porque não tinham dinheiro para pagar as passagens e nem o lanche. O desrespeito com os servidores chegou ao limite do absurdo.

Desta vez o governo Sartori/PMDB abusou da incompetência.

Em uma operação desastrada, o Banrisul descontou o empréstimo que tinha sido concedido, em dezembro, para pagamento do 13º e o governo não creditou o valor correspondente, como prometido. Resultado: contas estouradas, saldos negativos, policiais sem dinheiro nenhum no bolso e uma grande dor de cabeça. Os policiais que optaram por não pedir o empréstimo, também não tiveram o valor do 13º depositado em suas contas.

Esse é o retrato do governo Sartori/PMDB. Uma administração desastrada, onde o improviso é constante. A sensação dos servidores é que tudo é feito de qualquer jeito. Se os salários não entram no horário correto, para os burocratas do Piratini está tudo bem. Se as contas dos policiais estouram, tudo bem também. Pede-se desculpa e fala que vai consertar no decorrer do dia. Os servidores? Que tenham paciência.

Essa é a forma de fazer política de quem nunca teve que se preocupar em pagar contas na vida. Essas atitudes mostram mais do que incompetência. Mostram o descaso com os servidores públicos e com a população que não tem dinheiro para financiar campanhas. Certamente, os grandes empresários, financiadores de campanha, não precisam lidar com esse tipo de “engano” operacional. Para se ter uma ideia do descaso, a Secretaria da Fazenda do Estado informou que não tem responsabilidade se o Banrisul debitou os valores antes dos valores serem creditados pelo governo do Estado. Realmente, responsabilidade é artigo em falta nesse governo, principalmente na Secretaria de Fazenda.

O mais irônico da situação, é que o pagamento do 13º só aconteceu porque o governo vendeu a folha de pagamento do funcionalismo ao Banrisul, em uma operação que rendeu aos cofres do governo R$ 1,250 bilhão. Em troca, o Banrisul vai lucrar muitos milhões com os salários dos servidores. Ou seja, o mesmo banco que vai ganhar com a folha do funcionalismo, debita um valor indevido na conta dos servidores e estoura suas contas.

O departamento jurídico da UGEIRM está estudando a possibilidade de processar o governo do estado por dano moral aos servidores públicos.

 

http://ugeirmsindicato.com.br/wordpress/?p=2536 




ONLINE
2