PL da Terceirização

PL da Terceirização

Sem unificação dos trabalhadores, projeto de Lei da Terceirização passa fácil

No momento atual em que a crise política e econômica esparrama pelo país, o lobby das grandes corporações (muitas delas envolvidas com os escândalos da corrupção), pressiona o Congresso Nacional (PL 4.330/04) e mesmo o Supremo Tribunal Federal (ARE 713211) para conseguir ampliar, de forma irrestrita, as possibilidades jurídicas de terceirizar a contratação de trabalhadores. 

Atendendo aos interesses dos empresários, o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha marcou a votação do PL 4330/04 para o dia 07 de Abril de 2015. Se aprovado, o PL 4330 possibilitará a terceirização em praticamente todas as atividades econômicas. 

No curto e médio prazos, milhões de trabalhadores poderão ser demitidos dos atuais empregos e serem recontratados por firmas terceirizadas com salários e direitos ainda menores e jornadas mais extensas. 

Os trabalhadores sofrerão uma enorme precarização de suas condições de trabalho e em seus direitos. As entidades sindicais e populares, a esquerda e os setores progressistas da sociedade devem se unificar para organizar no dia 7 de abril um grande movimento para barrar a aprovação do PL 4330/04.




ONLINE
10