Aprovados no concurso da Polícia Civil

Aprovados no concurso da Polícia Civil

Convocação de aprovados no concurso da Polícia Civil é suspensa

Medida se deve à entrada em vigor, nesta segunda-feira, de decreto do governador José Ivo Sartori que prevê cortes de despesas

05/01/2015 | 15h32

Embora o ex-governador Tarso Genro (PT) tenha autorizado a convocação de 650 aprovados no último concurso da Polícia Civil no dia 26 de dezembro, o destino do grupo é indefinido. Conforme o chefe da corporação, delegado Guilherme Wondracek, por enquanto, nenhuma medida será tomada. A convocação está provisoriamente suspensa.

A decisão se deve à publicação de decreto assinado pelo governador José Ivo Sartori no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira. O documento paralisa, entre outras medidas, a nomeação de novos servidores estaduais. A intenção é conter gastos.

— Ainda não conversei com o governador nem com o secretário da Segurança sobre o assunto. Vamos discutir a questão nos próximos dias, mas, por hora, a convocação está em suspensa — afirma Wondraceck.

Dilma e Sartori privilegiam políticos para formar equipes
Secretário-geral de Governo diz que setores essenciais têm recursos garantidos

Em nota divulgada pelo Palácio Piratini quando Tarso ainda estava no comando, o governo informou que a decisão havia sido tomada, mesmo no fim da gestão, por três razões.

A primeira foi a permanência do delegado Wondracek na chefia da Polícia Civil. A segunda, a garantia de que o caixa do Estado teria condições financeiras, segundo a administração petista, de arcar com o impacto das novas nomeações. Por fim, os novos servidores dariam "sequência à politica de investimentos do Estado na valorização salarial e na redução dos déficits históricos de efetivos da polícia".

*ZERO HORA

 




ONLINE
7