Toda Criança é Especial

Toda Criança é Especial

Como Estrelas na Terra, Toda Criança é Especial - Assista e surpreenda-se!

Publicado em 3 de abr de 2012

Um dos melhores filmes... imperdível - assistam até o final, o filme é longo, morno até a metade mas depois que você entende o que está acontecendo ele é magnífico.

Divulgue, faça sua parte para a criação de um mundo melhor. Educadores, tenham um belo exemplo de compromisso. Pais, eduquem seus filhos e entendam que cada um tem suas diferenças e diferenciais. COMPARTILHEM!!!

Frequentemente procuro promover este filme falando com meus amigos e disponibilizando uma cópia em DVD, pois creio verdadeiramente que todos nós temos muito o que aprender com ele.

Apesar de longo (mais de 2 horas e meia de filme), e considerando que até a metade ele nos parece um filme morno, vale a pena o investimento para assistir, pois você terá a oportunidade de se surpreender com a história.

Abaixo uma resenha do filme:

O filme conta a história de uma criança que sofre com dislexia e custa a ser compreendida. Ishaan Awasthi, de 9 anos, já repetiu uma vez o terceiro período (no sistema educacional indiano) e corre o risco de repetir de novo.

As letras dançam em sua frente, como diz, e não consegue acompanhar as aulas nem focar sua atenção. Seu pai acredita apenas na hipótese de falta de disciplina e trata Ishaan com muita rudez e falta de sensibilidade. Após serem chamados na escola para falar com a diretora, o pai do garoto decide levá-lo a um internato, sem que a mãe possa dar opinião alguma. Tal atitude só faz regredir em Ishaan a vontade de aprender e de ser uma criança. Ele visivelmente entra em depressão, sentindo falta da mãe, do irmão mais velho, da vida... e a filosofia do internato é a de "disciplinar cavalos selvagens".

Inesperadamente, um professor substituto de artes entra em cena e tão logo percebe que algo de errado estava pairando sobre Ishaan. Não demorou para que o diagnóstico de dislexia ficasse claro para ele, o que o leva a por em prática um ambicioso plano de resgatar aquele garoto que havia perdido sua réstia de luz e vontade de viver.

O filme é uma obra prima do até então ator e produtor Aamir Khan, já macaco velho nas bandas de Bollywood. Pela primeira vez, após a atuação em sucessivos filmes que lhe deram a fama em anos recentes, Khan quis arriscar-se como diretor e impressionou pela qualidade e sensibilidade neste filme. Ele não só dirige TZP, como produz, com sua Aamir Khan Productions, e também atua no papel do professor substituto.

Ishaan Awasthi é interpretado pelo estreante Darsheel Safary, que também surpreendeu pela qualidade de sua atuação. Merecidamente, Safary ganhou o prêmio de melhor ator pela crítica, no mesmo Filmfare Awards deste ano de 2008. Virou celebridade. Além dos prêmios de melhor filme e melhor ator pela crítica, TZP ganhou também o prêmio de melhor direção, para Aamir Khan, e de melhor letra de música.

O filme, embora não tenha as exóticas cenas de dança, tem músicas que aparecem como clipes, com imagens que não só ilustram a melodia, mas também fazem parte do decorrer da história. Dentre as músicas (muito boas, por sinal), Maa, que significa "mãe" em hindi, recebeu o prêmio de melhor letra.

Música

  • "Taare Zameen Pe" por Bugs Bhargava, Dominique Cerejo, Shankar Mahadevan & Vivinenne Pocha (iTunes)

 




ONLINE
13