Reajuste real do Piso, 2,41%

Reajuste real do Piso, 2,41%

Reajuste real do Piso do Magistério ficou só em 2,41% e CNTE/CUT ainda aplaudem o governo

23-01-2014 10:06                

Descontada a inflação oficial que, por lei, já tem que ser repassada como reajuste salarial aos trabalhadores, a "correção" do Piso do Magistério ficou só em 2,41%. Enquanto isso, CNTE e CUT batem palmas para o governo Dilma. Só uma greve geral por tempo indeterminado de educadores em todo o país pode reverter essa situação

Da Redação

A previsão de correção do Piso do Magistério para 2014 era de, no mínimo, 19%. O próprio governo federal deu esse anúncio. No entanto, Dilma (PT) se articulou com prefeitos e governadores e em dezembro último rebaixou ilegalmente esse índice para 8,32%. Se lembrarmos que a inflação oficial de 2013, segundo o IBGE, foi de 5,91%, e que ela, por lei, já tem que ser repassada obrigatoriamente como reajuste salarial a todos os trabalhadores do país, a "correção" real no piso dos professores ficou só em 2,41%.

E se lembrarmos ainda que esse piso foi criado, dentre outros objetivos, para "equiparar os salários dos docentes aos de outros profissionais com mesma escolaridade", essa correção de 2,41% é no mínimo uma piada e um assalto ao bolso do pessoal do magistério. Não à toa, o senador Cristóvam Buarque (PDT-DF) declarou à Folha de São Paulo: "Eles manipularam os dados. Temos a convicção de que o governo tungou (roubou) o dinheiro dos professores".

Cristóvam, que inclusive é aliado das políticas gerais do Planalto, se refere principalmente ao fato de que prefeitos e governadores já receberam recursos do Fundeb entre 11 e 13%, e que haverá novo reajuste em abril próximo. Esse senador também entrou na Justiça Federal para tentar suspender a portaria do governo que rebaixou o piso dos docentes. Enquanto isso, a CNTE e a CUT, vergonhosamente, em congresso ocorrido de 16 a 19 em Brasília, fizeram um balanço positivo do governo Dilma e anunciam uma "greve" de... três dias, para março, quando essa política de arrocho já estará bem mais consolidada.

Só uma greve geral por tempo indeterminado em todo o país pode reverter essa situação

Temos defendido que só uma greve geral por tempo indeterminado de educadores em todo o país pode reverter essa situação. Essas paralisações de três dias, está provado, não resolvem nada. Em 2013 isso não adiantou e o rebaixamento do piso, de 22% para cerca de 9%, articulado também pela própria Dilma, prefeitos e governadores, foi mantido . A CNTE e a CUT têm que parar de recolher dinheiro dos professores (através dos sindicatos) para ir prestar vassalagem ao governo federal.

 

 

Capa da Revista Mátria, editada pela CNTE com o dinheiro dos professores para prestar vassalagem ao governo Dilma

 

http://www.deverdeclasse.org/news/reajuste-do-piso-do-magisterio-ficou-so-em-2-41-e-cnte-cut-ainda-aplaudem-governo/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+deverdeclasse%2FzFDt+%28deverdeclasse.org%29

Translate this Page




ONLINE
8