Proposta de trabalho para o PIBID

Proposta de trabalho para o PIBID

A interdisciplinaridade como consequência do enfoque CTSA– uma proposta de trabalho para o PIBID

Mariana Kosiba Furtado


INTRODUÇÃO

Em 1961 foi promulgada a Lei nº 4.024, de Diretrizes e Bases da Educação, na qual constava a obrigatoriedade do ensino da disciplina de Ciências em todas as séries ginasiais, mas apenas a partir de 1971, com a Lei 5.692, a disciplina de Ciências passou a ter caráter obrigatório nas oito séries do primeiro grau. No início a Ciência era vista como uma divindade e o seu domínio representava o domínio social, político e econômico. Porém, a partir das consequências da bomba atômica de Hiroshima e Nagasaki e os custos ambientais devido à industrialização e o capitalismo, levou a sociedade a repensar sobre os benefícios das descobertas científicas. Neste sentido, o enfoque da ciência passou por diversas modificações, até que na década dos anos 80, iniciou-se uma linha de raciocínio, baseada numa ciência integradora, descrita como Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA). Essa corrente admite que a humanidade não é alheia aos valores éticos e que a ciência deve ser assimilada em todas as suas relações: filosófica, sociológica, histórica, política, econômica e humanística, buscando o desenvolvimento sustentável, com o intuito de desfazer o mito do cientificismo (SANTOS, MORTIMER, 2002).

DESENVOLVIMENTO

Neste contexto, a interdisciplinaridade e multidisciplinaridade são essenciais para o completo desenvolvimento social. Diante deste quadro, é fácil observar a necessidade de formação dos professores com amplas bases conceituais em vários temas relacionados aos aspectos sociais. Por outro lado, observa-se uma vacância na formação dos futuros professores das séries iniciais do Ensino Fundamental. O PIBID é um Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência que constitui uma ação transformadora no processo de ensino-aprendizado, cujo objetivo é incentivar e promover a qualificação dos acadêmicos dos cursos de Licenciatura.

PROPOSTA METODOLÓGICA

Sendo assim, este programa pode criar oportunidades na melhoraria da formação dos acadêmicos do curso de pedagogia através da participação em oficinas e cursos oferecidos pelos acadêmicos de Ciências. O objetivo deste trabalho é descrever uma proposta metodológica para o desenvolvimento de uma oficina para o curso de pedagogia, no qual propomos o tema gerador: “água”. Como metodologia, todos os pré-conceitos dos participantes devem ser considerados e anotados. Uma questão que deve ser considerada é a frase: “Terra, planeta água”. A escolha desta frase se deve a sua repercussão em função da música de Guilherme Arantes - Planeta água, várias vezes exploradas em livros de Ciências (ZANATTA et al., 2011). A oficina deve apresentar e levantar discussões a respeito de dados científicos relativos à quantidade de água disponível no Planeta Terra, o crescimento do consumo por setor, a quantidade necessária para a produção de outros elementos (vestuário, calçados, alimentos, etc.) (ZANATTA et al, 2011). Como estratégia de integração os fenômenos apresentados pela água também devem ser observados e discutidos através de alguns experimentos: calor específico, dipolo elétrico, tensão superficial, densidade, mudança de estados físicos, etc. Enfatizando o enfoque da interdisciplinaridade e multidisciplinariedade deve-se discutir também aspectos relacionados com a poluição das águas, saneamento básico e Políticas públicas. Como exemplo, uma necessidade urgente é a isenção da taxa mínima do consumo da água.

CONCLUSÃO

Enfim, acreditamos que o tema “água” seja eficiente para gerar uma discussão de amplo aspecto científico, social e ambiental. E, a atividade desenvolvida através da oficina, aqui proposta, pode auxiliar a mudança de paradigmas e comportamentais com relação à utilização da água.

REFERÊNCIAS

SANTOS, W.L.S., MORTIMER, E. F. Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência - Tecnologia - Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 2, n. 2, dez 2000, p. 1-23.

ZANATTA, S. C. et al. Propriedades físicas e químicas da água: Um tema para a educação ambiental. In: ENCONTRO PARANAENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL – EPEA, 13. ago 2011, Ponta Grossa, Paraná.


Leia mais em: http://www.webartigos.com/artigos/a-interdisciplinaridade-como-consequencia-do-enfoque-ctsa-uma-proposta-de-trabalho-para-o-pibid/108428/#ixzz2UdtcjMtn

 

Download do artigo


Translate this Page




ONLINE
24