Crise do sistema prisional

Crise do sistema prisional

Dez documentários para entender a crise do sistema prisional

15182445199077

Superlotação nos presídios, quarta maior população carcerária do mundo e uma taxa de encarceramento que cresce de modo explosivo. Como enfrentar esse inferno brasileiro?

Por Cauê Seignemartin Ameni

As chacinas no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus (AM), e na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista (RR), reacenderam o debate sobre a falência do sistema prisional brasileiro. Segundo os últimos dados levantados pelo Sistema Integrado de Informações Penitenciárias do Ministério da Justiça (Infopen), divulgados em 2014, o Brasil chegou à marca de 607,7 mil presos, ante 581 mil do ano anterior. Desta população, 41% aguardam atrás das grades seu julgamento. Ou seja, um sistema em que há 222 mil pessoas presas sem condenação.

Além disso, há uma superlotação aberrante: as vagas nos presídios não são suficientes. Há apenas 376,7 para os 607 mil presos, aponta o relatório.

O Infopen também lançou, em 2015, um relatório especial para traçar um recorte de gênero sobre a questão. Entre 2000 e 2014, o crescimento da população carcerária feminina apresentou um salto de 567,4% — enquanto a dos homens foi de 220,2%. O relatório aponta que esta explosão no encarceramento feminino está relacionado ao tráfico, enquanto o encarceramento dos homens tem mais incidência em crimes como roubo.

Em aspecto global a situação não é nada animadora: o país tem a quarta população carcerária do mundo, atrás apenas de Estados Unidos, China e Rússia, com crescimento explosivo. Segundo levantamento da World Prison Brief (WPB), o ritmo de crescimento da população carcerária brasileira só foi superado, nas duas últimas décadas, pelo do Cambodja e El Salvador. Se a tendência continuar, a população carcerária brasileira tomará o posto, em números absolutos, da Rússia, onde o número de presos está caindo — de 866 mil em 2010 para 708 mil, em 2012.

Por que o encarceramento maciço continua neste ritmo? Por que a postura do Judiciário é preconceituosa e a criminalização da pobreza se alastra pelo país? Como a “guerra às drogas” inunda as cadeias?

Para entender essa realidade infernal e expor as entranhas do sistema penal, selecionamos 10 documentários disponíveis logo abaixo. Publicamos também um relatório da Conectas com 10 medidas para solucionar o fracasso que tem sido a política de encarceramento catastrófica que vive o país.

1) Quanto mais presos, maior o lucro

2) As Mulheres e o Cárcere

3) Tortura e Encarceramento em Massa no Brasil

4) Sem pena

5) Pelo Direito de Recomeçar

6) Juízo (Jovens infratores no Brasil)

7) O Cárcere e a Rua

8) Entre a luz e a sombra – Carandiru

9) O Prisioneiro da Grade de Ferro

10) (A.H.F) Justiça

 

http://outraspalavras.net/blog/2017/01/11/dez-documentarios-para-entender-a-crise-do-sistema-prisional/ 

Translate this Page




ONLINE
5